Um grupo de presidiários de um Centro de Reintegração Social (Cereso), no México, tem se tornado o verdadeiro centro das atenções na plataforma OnlyFans, um serviço de conteúdo por assinatura bastante popular para os criadores de conteúdo adulto.

Entre os quase 80 vídeos e 70 fotos publicados, o perfil @internos_cereso oferece fotos e vídeos de nudez aos fãs que decidirem pagar 5,99 dólares por mês (preço que pode variar a depender do tipo de assinatura).

Para ter acesso aos conteúdos eróticos oferecidos, é necessário pagar uma pequena assinatura. Reprodução/OnlyFans

Segundo o perfil dos detentos, o objetivo dos conteúdos é conseguir arrecadar dinheiro suficiente para comprar o que for necessário para se manter dentro da prisão.

Com a exposição do perfil, o caso agora é investigado pela polícia que tenta identificar em qual unidade os detentos estão custodiados.

Ainda não se sabe em qual unidade os detentos estão custodiados; a polícia investiga o caso. Foto: Reprodução/Twitter

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS