A Secretaria

de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) já começou a emissão do novo

modelo da carteira de identidade, de acordo com o Decreto n° 9.278, que

regulamenta a Lei n° 7.116, de 29 de agosto de 1983, a qual estabelece os

procedimentos e requisitos para a emissão do RG por órgãos de identificação dos

estados e do Distrito Federal.

Segundo a

gestora interina da Coordenadoria de Promoção a Cidadania e Defesa dos Direitos

Humanos, Maria do Carmo Marques, a partir de agora poderão ser incluídas no

documento várias informações importantes. "Com esse regulamento, agora é

permitido que as pessoas incluam informações pessoais, profissionais e até de

saúde, além de poder ser destacado quando a pessoa tiver acima de 60

anos", disse Maria do Carmo Marques.

Poderão ser

acrescentados o número do Documento Nacional de Identificação; a Identificação

Social (NIS), do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação

do Patrimônio do Servidor Público; o número da Carteira Nacional de Saúde; do

Título de Eleitor; documento de identidade profissional expedido por órgão ou

entidade legalmente autorizada; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Carteira

Nacional de Habilitação; Certificado Militar; tipo sanguíneo e o fator Rh; as

condições específicas de saúde, cuja divulgação possa contribuir para preservar

a saúde ou salvar a vida do titular, além do nome social.

Praticidade

- Para o estudante Ravel Ferreira, ter acesso ao novo modelo da carteira de

identidade facilitará muito, pois terá todas as informações em um único

documento. "É impressionante como é muito prática, porque podemos incluir

vários números de outros documentos, o que facilita em não precisar sair com

vários ao mesmo tempo, já que na identidade tem todos", acrescentou.

Em reunião

com gestores da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social

(Segup), o titular da Sejudh, Gilberto Aragão da Silva, firmou uma nova

parceria para a retomada do serviço com o modelo atualizado, além de ampliar e

atender mais pessoas. "Com esta parceria, conseguimos aumentar o número de

materiais disponibilizados para que sejam realizadas as emissões das carteiras

de identidade. É um serviço importantíssimo, em que queremos contribuir com

cada vez mais pessoas a terem seus direitos garantidos e acesso aos serviços

essenciais", ressaltou o secretário.

Serviço:

Para a emissão da carteira de identidade é preciso ir à sede da Sejudh, na Rua

28 de Setembro, n° 339, bairro da Campina, em Belém, das 8 às 14 h. Devem ser

apresentados os seguintes documentos: Certidão de nascimento ou casamento, duas

fotos recentes 3 x 4, comprovante de residência e comprovação dos documentos

que desejam ser incluídos no RG.

Foto: Maycon Nunes/Ag. Pará

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS