Uma pré-adolescente de 12 anos, moradora de uma comunidade

na região do Lago Grande, em Santarém, oeste paraense, foi transferida para o hospital municipal nesta segunda feira (11) após ter sido supostamente dopada e

estuprada por um casal de familiares.

Os pais da vítima acusam um casal de parentes como autores

do crime.

Policia Civil prende em Santarém acusado de matar pároco de Belterra

O

fato teria acontecido na noite do último sábado (9), quando na ocasião a

adolescente teria ido dormir na casa do casal.

No dia seguinte, ao perceber a demora da filha em voltar para

casa, a mãe foi até a residência em busca da menina.

A mãe afirma que, ao chegar

no local, encontrou sua filha pálida, quase sem poder andar e sentindo dores na

região pélvica. A menina estava de vestido e sem calcinha.

Ao ser indagada pelos pais, a garota disse que lembrava

apenas de ter tomado um copo com refrigerante e que depois havia apagado.

O casal de parentes nega o crime. Os dois foram conduzidos à

Deaca (Delegacia Especializada de Atendimento a Criança e ao Adolescente),

órgão responsável pela investigação do caso.

Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS