Sem apresentar problemas aparentes ou que necessitavam de reparos urgentes, a Prefeitura Municipal de Belém iniciou esta semana uma obra de asfaltamento da ciclovia instalada na Avenida Duque de Caxias, no bairro de Fátima. As obras chamaram atenção da população, principalmente de ciclistas, que se questionam sobre a necessidade do serviço na área, enquanto outros pontos da cidade sofrem com a falta de saneamento e manutenção.

A equipe de reportagem percorreu os mais de dois quilômetros de extensão correspondentes a ciclovia para tentar encontrar situações que estivessem comprometendo seriamente a estrutura feita em concreto armado, material que garante uma maior resistência a pavimentação. Porém, os únicos danos que foram localizados correspondem a fissuras, na maioria quase imperceptíveis ou que atrapalhem o ir e vir dos ciclistas.Caixa abre agências neste sábado (19) para pagamento de auxílio e saque do FGTS

Mesmo sem sinalização ou placas que indiquem que a estrutura está passando por revitalização, o trabalho de asfaltamento que iniciou na travessa Antônio Baena já passou cobrindo um grande trecho da ciclovia, chegando próximo a travessa Humaitá. Ciclistas que passavam por ali durante amanhã reclamavam da falta de transparência da obra.

O engenheiro civil, Gueorgui Marques, 23 anos, conta que costuma usar frequentemente a ciclovia, e que nunca percebeu a necessidade da mudança na estrutura. “Sem dúvidas, as construções e manutenções das vias, calçadas e ciclovias são necessárias para manter a segurança e melhores condições no nosso trânsito, mas essa ciclovia não precisa dessa obra”, disse.

Irene Almeida

Servidores estaduais recebem salários a partir do dia 28

O ciclista reclamou ainda dos transtornos causados pela obra. “Se é pra fazer de fato esse asfaltamento, porque não fazem em um horário menos movimentado?”, questiona. “Agora quando a gente passa o piche vem grudando tudinho na gente. Isso era para ser feito de madrugada, ou em horários que não há tanta movimentação”, observou o engenheiro.

A equipe de reportagem entrou em contato com a prefeitura de Belém pedindo um posicionamento sobre a real necessidade da obra, assim como o valor investido e o período de conclusão dos serviços, mas até o fechamento da edição de ontem (18), não obteve respostas.

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS