Quem pretende ir até o centro comercial de Belém em busca do presente para o Dia dos Pais deve se preparar para movimentação intensa de pessoas nas ruas do comércio da capital. A enorme aglomeração foi registrada pelo DIÁRIO na manhã de ontem (6), com clientes em busca de descontos e economia.

A quantidade de pessoas foi tão grande que os comerciantes tiveram trabalho para organizar a entrada de clientes, buscando evitar aglomeração em plena pandemia da Covid-19. O fluxo surpreendeu até mesmo os gerentes que comemoram e esperam aumentam ainda maior até a véspera do Dia dos Pais.

Alessandra Ramos é gerente de uma loja de roupas e prevê números animadores de vendas, mesmo com as restrições causadas pelo coronavírus. “Essa semana começamos bem e está bem melhor que o ano passado. A gente até se surpreendeu porque como o comércio está retornando mesmo há pouco tempo, graças a Deus temos percebido um aumento de pessoas. Acredito que está tendo um aumento de até 15% em relação ao ano passado”, declarou. Ruas como a Santo Antônio e 13 de Maio estavam completamente tomadas de transeuntes que precisavam de atenção ao dividir o mesmo espaço estreito com carros e vendedores ambulantes ao longo das vias.Leia mais:Comércio comemora melhora nos lucros na capital paraenseDia dos Pais é sinônimo de afeto, carinho e de presentear com o melhor do Formosa Mix

PESQUISA

Mayane Oliveira, 23 anos, havia acabado de chegar no comércio. Para o Dia dos Pais, ela decidiu presentear o marido e o sogro e, apesar de ainda não saber o que levar, elogiou os preços nas lojas e esperava encontrar mais facilidades na hora das compras. “Eu cheguei agora e ainda estou vendo o que comprar. São dois presentes e por enquanto está em conta. Dei sorte de chegar e já encontrar produtos em ofertas”, diz.

Normélia Portal Batalha, 58, decidiu também levar presentes para a data comemorativa. Ela reconheceu estar assustada com a grande quantidade de pessoas por lá. “Realmente hoje tem muita gente, mas como é preciso levar uma lembrança, é o jeito passar por isso. Vou entrando de loja em loja pesquisando e tenho encontrado bons preços. Mas vou tomando todos os cuidados para evitar riscos para a minha saúde”, comentou. Os lojistas também tentavam tomar cuidados, obrigando o uso de máscaras, álcool sendo borrifado nas mãos dos clientes na entrada e limitando o número de pessoas nas lojas, gerando filas do lado de fora.

Enquanto movimento nas ruas é intenso, lojas tentam seguir medidas de prevenção à covid-19. Foto: Mauro Ângelo/Diário do Pará

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS