Mal começou a ser erguida e já caiu por terra. Assim foi a história do "Puxadinho do Zenaldo", apelido dado à obra da prefeitura de Belém realizada no Ver-O-Peso e que foi embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por apresentar irregularidades.

A estrutura de barracas de alvenaria foi demolida nesta quinta-feira (13), enquanto trabalhadores do Mercado realizavam um protesto contra a obra. Os feirantes chegaram a bloquear a avenida Boulevard Castilhos França, cobrando maior transparência nas obras.

O projeto apresentado e aprovado no Iphan determinava que as instalações, que seriam barracas provisórias, deveriam ser construídas de madeira. Como a estrutura foi construída com alvenaria, a obra foi embargada.

Na ocasião do embargo, o Iphan emitiu uma nota ressaltando que a prefeitura de Belém deveria procurar o instituto para apresentar soluções e que o Iphan tem interesse direto na reforma do Ver-o-Peso, dada relevância do complexo para a História de Belém. Mas, para que se concretizem as melhorias, é preciso seguir os parâmetros estabelecidos pelas instituições de proteção do Patrimônio Cultural (Fumbel, Secult e Iphan).O DOL entrou em contato com a prefeitura de Belém e pediu posicionamento sobre o caso, incluindo informações sobre o gasto realizado na obra até o momento, prazos para realização de novas ações no local e se tentou readequar o projeto junto ao Iphan, e aguarda retorno.

Esse tipo de video não é suportado em versões AMP. por favor, acesse a matéria e veja o vídeo:

https://www.diarioonline.com.br/noticias/para/562218/ja-era-o-puxadinho-prefeitura-de-belem-demole-obra-irregular-no-ver-o-peso

Esse tipo de video não é suportado em versões AMP. por favor, acesse a matéria e veja o vídeo:

https://www.diarioonline.com.br/noticias/para/562218/ja-era-o-puxadinho-prefeitura-de-belem-demole-obra-irregular-no-ver-o-peso

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS