Você sabe o que é violência obstétrica, como identificar ou denunciar? Violência obstétrica é um termo utilizado para caracterizar os abusos sofridos no momento da gestação, parto, nascimento e/ou pós-parto, inclusive no atendimento ao abortamento. Segundo o Ministério da Saúde, a violência pode ser física, psicológica, verbal, simbólica e/ou sexual, além de negligência, discriminação e/ou condutas excessivas ou desnecessárias ou desaconselhadas, muitas vezes prejudiciais, que podem tornar um dos momentos mais importantes na vida de uma mulher em um momento traumático.

Amamentação: quais as maiores dificuldades e como resolvê-las?Estresse infantil existe? Como identificar e lidar?Desfralde: como e quando saber que chegou a hora?

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, caso a mulher sofra violência, ela pode denunciar no próprio estabelecimento ou secretaria municipal/estadual/distrital; nos conselhos de classe (CRM quando por parte de profissional médico, COREN quando por enfermeiro ou técnico de enfermagem) e pelo 180 ou Disque Saúde – 136.

Como manter o sexo após a maternidade?Como estimular o aprendizado dos filhos em casa?Como ter mais paciência com os filhos?Como a violência obstétrica se manifesta? Quais os tipos e exemplos? Por que é importante falar sobre o assunto?No BABY DOL dessa semana, a pediatra Jéssica Nicole Fialho, explica como identificar a violência obstétrica, além de como denunciar e combater a prática.

Assista: Veja também:

Saiba porque seu filho deve aprender um segundo idioma na infânciaCOVID-19: Conheça a nova síndrome inflamatória que afeta criançasA partir de que idade a criança deve ir ao dentista?Culpa materna: como lidar com esse sentimento comum entre mães? Má alimentação infantil pode provocar doenças; veja as consequências e como evitarAlimentação infantil: o que fazer quando a criança não come?Bullying na infância e adolescência: Como identificar e combater?Crianças devem ser vacinadas durante a pandemia? Retorno às aulas presenciais: quais os principais desafios?

Reportagem: Andressa Ferreira (@maedobenicio_)

Edição: Kleberson Santos

Multimídia: Emerson Coe

Especialista explica como identificar a violência obstétrica, além de como denunciar e combater a prática. Foto: Emerson Coe/DOL

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS