Com base na proposta que a CBF enviou ao Ministério da

Saúde, defendendo a volta das torcidas aos estádios de futebol, a Federação

Paraense de Futebol prepara um documento com o mesmo teor, sugerindo ao Estado

e à Prefeitura de Belém que o retorno aconteça no primeiro Re-Pa da Série C,

marcado para 3 de outubro.Os cuidados quanto ao distanciamento social impediram, desde

de o início da pandemia, que os jogos tivessem presença de público. A situação

pode mudar, caso a reivindicação da FPF seja acatada pelo governo do Estado e

pela PMB. A proposta prevê ocupação de 40% (cerca de 14 mil pessoas) da capacidade

de público no estádio Jornalista Edgar Proença.A grande dúvida, não esclarecida pela FPF, é quanto aos

cuidados para evitar aglomeração no estádio, tanto na chegada quanto na saída

dos torcedores. A distância mínima de 1,5 metro, defendida pelas autoridades

sanitárias, deve ser respeitada nas arquibancadas, caso a proposta seja

aprovada.O documento da FPF atende aos pedidos dos clubes. Tanto PSC

quanto Remo defendem a volta da torcida, preocupados em recuperar receita e

cobrir parte dos prejuízos acumulados com a pandemia.

Os números da covid-19 no Pará sofreram redução, mas as

autoridades médicas avaliam que a pandemia não está controlada.

FPF segue a orientação da CBF que também sugeriu o mesmo Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS