O Pará fará a sua estreia, nesta noite, pela Série D do Campeonato Brasileiro. Fora de casa, na Arena Acreana, o Independente de Tucuruí encara o Rio Branco (AC), pela abertura das atividades do Grupo 1 da competição, às 19h. O destaque do clube acreano é o goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio. O jogo marca o retorno do técnico Charles Guerreiro ao comando técnico do time após um ano da última passagem e com um time repleto de novidades desde o encerramento do Estadual.Com saídas importantes do grupo de jogadores, como foi o caso do lateral Daelson e do destaque Leandro Cabecinha, este último em direção a Portugal, o Galo fará a sua estreia com improvisações na sua escalação. As principais com os jogadores de defesa. Os zagueiros Ezequias e Pedrão serão utilizados como lateral-esquerdo e na vaga de volante, respectivamente. A estratégia da comissão técnica é fortalecer o seu sistema defensivo e dar continuidade à dupla que vinha atuando regularmente pelo Estadual, já que o adversário, que perdeu o título para o Galvez, na semana passada, deve ir mordido a campo e tentar apagar o vice-estadual, em casa, com a presença do novo treinador Celso Teixeira, ex-Nacional, contratado justamente para tentar ascender com o time.De volta ao Independente, o goleiro Evandro, um dos líderes do grupo que objetiva o acesso à Terceira Divisão, destacou o desejo de voltar a jogar e poder guiar o time, ao lado dos companheiros, em direção a uma vitória na estreia. “A estreia tem sempre um pouquinho de ansiedade, até porque temos um grupo totalmente diferente daquele que jogamos o Estadual. Mas é um grupo forte, focado e com muita ambição”, disse.Mesmo longe de casa, o que pode dificultar o objetivo do time, Evandro reiterou determinação coletiva nesse momento para a busca dos três pontos. “Estamos bem preparados. Mesmo sabendo do poder do adversário, vamos em busca do resultado positivo”, destacou o goleiro.A partida de estreia do Galo Elétrico será transmitida pelo site MyCujoo.

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS