O goleiro Jean, aquele que agrediu sua esposa no final do ano

passado, foi apresentado nesta quinta-feira (13) pelo Atlético Goianiense, e resolveu

quebrar o silêncio sobre o assunto.

Jean disse que está arrependido de ter agredido a

mulher, Milena Bemfica. Durante a primeira entrevista coletiva no novo

clube, que o contratou por empréstimo de uma temporada, o ex-jogador do São

Paulo admite ter errado no caso e pediu desculpas às mulheres pela conduta. “Não

sou um monstro”, afirmou na coletiva.

Depois de dar oito socos em Milena durante férias nos Estados

Unidos e ser preso pela polícia norte-americana, Jean teve o contrato suspenso pelo São Paulo e recebeu propostas de alguns

clubes. O Atlético Goianiense decidiu dar chance ao atleta e o

apresentou como um dos principais reforços para a volta do time à Série A do

Campeonato Brasileiro.

Jean disse na entrevista coletiva estar lisonjeado pela oportunidade

dada pelo clube e reiterou que precisava receber uma nova chance na carreira.

“Que meu caso sirva de exemplo, mulher não foi feita para ser agredida”,

afirmou Jean. O jogador de 24 anos explicou que a contratação pelo Atlético

Goianiense o ajuda a sustentar as duas filhas que tem com Milena. As meninas

continuam morando em Salvador com a mãe.

Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS