O sertanejo Rodolffo pode encarar um 'problemão' fora do "BBB21": depois de João Luiz ter se mostrado ofendido com os comentários do cantor sobre o seu cabelo, fazendo uma comparação ao da fantasia de homem das cavernas, a Polícia Civil do Rio de janeiro afirmou que irá apurar se houve crime de racismo nas falas do sertanejo. As informações da jornalista Patrícia Kogut.

Segundo a Polícia Civil carioca, serão analisadas as imagens do BBB21 para apurar se houve ou não crime de racismo contra João. A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI) informou que já instaurou um processo para investigar o caso.

No último sábado, os anjos Fiuk e Gilberto escolheram Caio e Rodolffo para participarem da brincadeira do Monstro. Os brothers tinham que vestir uma fantasia de homem das cavernas e dançar no quintal.

Enquanto João Luiz ajudava Rodolffo a vestir a roupa, o cantor afirmou que o cabelo estava igual ao do professor. Momento depois, João desabafou com Camilla. O professor ainda reforçou, durante o Jogo da Discórdia, nesta segunda-feira (5), o quanto ficou ofendido com os comentários do sertanejo. Na ocasião, Rodolffo reafirmou o que disse, mas depois se desculpou.

Rodolffo vai enfrentar o paredão na noite desta terça-feira (6) contra o amigo Caio e o ex-aliado Gilberto.

João Luiz e Rodolffo no BBB21 Foto: Reprodução/ Rede Globo

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS